Segundo a ONU, a população global está envelhecendo rapidamente e em 2050 a população idosa ultrapassará os 2 bilhões em todo o mundo. Depressão e solidão são algumas das dores mais relevantes nessa fase da vida, principalmente quando eles decidem ou precisam morar sozinhos (45% das pessoas que moram sozinhas no Brasil têm 60 anos ou mais). Acreditamos que ações simples poderiam ajudar essa população a evitar esses problemas. Também existem muitos jovens adultos desempregados no Brasil (25% deles) e esses são os que buscam uma empresa orientada para fins sociais e, se empregados, estão iniciando suas carreiras, trabalhando em período parcial ou como estágio, o que aumenta a probabilidade de que eles tenham alguma disponibilidade durante o horário comercial - maior parte do tempo em que os idosos estão sozinhos. Pensamos num modelo que utilize o tempo livre dos jovens de forma a auxiliar os idosos. Como interesse para o jovem estaria a remuneração para este trabalho e também uma entrega intangível: os jovens melhoram sua inteligência sócio-emocional, diminuindo o preconceito contra oa mais velhos e construindo novas relações sem ter a tecnologia como um meio essencial para isso. Nossa solução é uma plataforma que conecta jovens adultos (de 18 a 30 anos) a 65 anos ou mais - a maioria deles mora sozinha ou se aposentou recentemente. Por meio de geolocalização, perfil pessoal, habilidades e histórico, encontramos o fit perfeito para esse relacionamento. Uma vez encontrado o "anjo" certo (como chamamos o jovem adulto), eles vao à casa dos idosos e la prestam o serviço solicitado pelo familiar ou pelo próprio idoso - como conversa cuidadosa, apoio tecnológico, companheirismo, visita a museus, jogos e acompanhar a uma consulta médica. Essas atividades proporcionam melhorias bio, psico e sociais aos idosos, ajudando-os a se sentirem úteis e a nutrir sua rotina e vitalidade. Eles também aprendem coisas novas como usar um computador, telefones celulares e mídias sociais para se comunicar com suas famílias e amigos e reativar seu círculo social.

Estágio de desenvolvimento:

Negócio (já tenho o produto validado e estou captando clientes)

Mercados de atuação da startup:

Entretenimento, Medicina e Saúde - Medtech, Serviços Profissionais

Tipos de negócio em que a startup se encaixa:

B2C (Business to Consumer)

Modelos de negócio da startup:

Assinatura, Serviços / Consultoria