O Brasil é o maior exportador de soja mundial, vendemos nossa produção principalmente para o mercado chinês. Este grão chega ao continente asiático via uma cadeia formada por inúmeros intermediários, baseada em altos custos. A realidade é que as tradings estruturaram toda está transação a partir de seus interesses, deste modo exercem influência sobre os demais e controlam o mercado. Os produtores de soja brasileiros, estão atualmente sendo feitos reféns da ação das tradings estrangeiras, na sua maioria norte-americanas, que formaram um cartel para dominar as exportações de grãos no Brasil. Dentro deste contexto, sabe-se que o caminho é o produtor se tornar um exportador direto, retirando o intermediário do processo, fazendo toda a etapa brasileira. Assim surge a A SOY CONNECTION- Agribusiness Intelligence, um projeto de Startup de Tecnologia aplicada ao Agronegócio. Seu objetivo principal está na construção de uma rede comercial entre Brasil e China, ligando produtores rurais de soja brasileira, logistica, beneficiamento, a compradores chineses de forma diferenciada. Deste modo, entrega a todos os seus agentes envolvidos uma plataforma digital integrativa, alicerçada de modo inovador, priorizando a efetividade da cadeia produtiva de exportação de soja, via ecossistema comercial sustentável. Para tal, está altamente estruturada em Inteligência Artificial, facilitando o trabalho dos agentes da cadeia de modo conectado, rastreável, seguro e inteligente, originando uma plataforma de Business Intelligence. Sua visão de futuro está diretamente ligada a perpetuação de uma rede comercial integrada global, via que o mercado de produção e exportação de soja estão se alterando. Para tal desafio, oferece aos seus consumidores soluções que agregam tecnologia e sustentabilidade, com o objetivo de desenvolver o negócio de modo mais inteligente, seguro e conectado com o mercado de exportação da commodity soja. .3 A Soy é idealizado por Eduarda Olivia Schneider, filha de produtor de soja / Fazenda São Luiz, situada no interior do Rio Grande do Sul. Formada Publicidade e Propaganda, Pós Graduada em Gestão do Agronegócio e Marketing Estratégico, todos pela ESPM-Sul. No presente momento, o projeto encontra-se em fase inicial de incubação, aberto a novas possibilidade e conta com o apoio de Luciane Costa, Engenheira Agrônoma pela UFRGS e Pós Graduada em Gestão do Agronegócio pela ESPM-Sul.